Caixa apura suposta fraude no auxílio emergencial com 1,3 milhão de CPFs

Pedido do Ministério da Cidadania

Contas digitais foram suspensas

O Ministério da Cidadania solicitou à Caixa a análise de 1.303.127 CPFs (Cadastro de Pessoa Física) para averiguação e bloqueio do recebimento do auxílio emergencial. A suspeita é de que houve fraude e irregularidades na concessão do benefício de R$ 600, destinado a pessoas que perderam renda durante a pandemia da covid-19.

Não é possível dizer que todas essas pessoas que tiveram o benefício bloqueado sejam excluídas do programa, segundo a pasta. Possíveis irregularidades serão investigadas pela Polícia Federal. A investigação é fruto de uma parceria entre a pasta, o banco, a CGU (Controladoria Geral da União), o TCU (Tribunal de Contas da União) e o MPF (Ministério Público Federal).

A Caixa já havia bloqueado centenas de milhares de contas de poupança social —criadas pelo banco e pela qual o benefício é pago— na 3ª feira (21.jul.2020), mas não informou a quantidade exata. Para desbloquear, os usuários devem comprovar a própria identidade e ir a uma agência portando 1 documento oficial com foto.

Suspeitas de fraudes podem ser encaminhadas ao Fala.Br (Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da CGU). Também é possível ligar para os telefones 121 ou 0800-707-2003.

Leia o calendário de pagamentos e de saques.

Fonte: Poder360.



Categorias:Economia, Home

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: