Aras confirma nomes para Gaeco no Paraná, sem ex-integrantes da Lava Jato

Lista tinha 2 ex-membros da Lava Jato

MPF diz que ‘não preenchem requisitos’

O procurador-geral da República, Augusto Aras, confirmou nesta 5ª feira (6.ago.2020) 5 procuradores que vão integrar pelos próximos 2 anos o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no Paraná. Aras excluiu da lista previamente aprovada pelo Conselho Superior do MPF (Ministério Público Federal) nomes de 2 ex-integrantes da Operação Lava Jato.

Em ofício enviado em maio (íntegra – 69 KB), o MPF apresentou uma lista com 7 nomes para integrar o Gaeco no Paraná. Na portaria assinada nesta 5ª (6.ago) (íntegra – 45 KB), Aras confirmou a nomeação de 5 procuradores: Henrique Gentil Oliveira, Henrique Hahn Martins de Menezes, Lucas Bertinato Maron, Raphael Otávio Bueno Santos e Daniel Holzmann Coimbra.

Ficaram de fora Januário Paludo e Diogo Castor de Mattos, que fizeram parte da força-tarefa da Lava Jato no Estado. Em comunicado, o MPF disse que os 2 não foram selecionados por “não preencherem requisitos“. O colegiado vai indicar em breve os possíveis substitutos.

O Paraná é o 3º Estado a ter o grupo especial, depois de Minas Gerais e Paraíba. Segundo o MPF, “a criação de Gaecos federais no âmbito do MPF é parte do esforço da PGR para atender às necessidades das unidades com maior demanda de pessoal e de recursos“.

Fonte: Poder360.



Categorias:Home, Lava Jato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: